História do Carnaval

Já estamos na metade do mês de fevereiro e o pensamento mais frequente agora é: tá chegando o Carnaval!!

Origem

Tradicional festa popular, o Carnaval é realizado em muitos lugares do mundo, mas só no Brasil ele é o mais celebrado! Sua origem remonta à Antiguidade. É uma herança de várias comemorações realizadas por povos como egípcios, hebreus, gregos e romanos. A festa pagã era realizada para celebrar as grandes colheiras e louvar divindades.

Muitos pesquisadores explicam que a palavra “Carnaval” vem da expressão latina: carnem levare, que significa “retirar ou ficar livre a carne”. Isso porque, já na Idade Média, a festa foi incorporada pela Igreja Católica como uma forma de aproveitar os últimos dias de “liberdade” antes do jejum da Quaresma.

Nos 40 dias antes da Páscoa era proibido o consumo de carne.

A variação na data do Carnaval é porque o calendário está ligado diretamente à Páscoa que acontece no segundo domingo de Abril. Desta data, 46 dias (40 da Quaresma e seis da Semana Santa) antes, no calendário, é a quarta-feira de cinzas.

A Festa

A comemoração do carnaval foi ficando diferente em cada país católico que manteve a celebração. No Brasil sofreu forte influência de uma folia Portuguesa e de outros países.

MARCHINHAS:

Na década de 1930 e 1950 as marchinhas surgiram. Ó Abre Alas é considerada a primeira canção escrita especialmente para um bloco de Carnaval. No final do século 19 surgiram os blocos carnavalescos. 

TRIO ELÉTRICO

Já o trio-elétrico é algo bem brasileiro, que surgiu em 1950 quando os músicos baianos Dodô e Osmar saíram tocando pelas ruas de Salvador, em um Ford 29 com dois alto-falantes. A novidade fez sucesso e no ano seguinte os músicos, conhecidos como “dupla elétrica”, convidaram Themístocles Aragão para seguir junto e assim formaram um “trio elétrico”.

BLOCOS DE RUA

Os blocos de rua surgiram em meados do século 19, quando o sapateiro português José Nogueira de Azevedo Prates, o Zé Pereira, saiu pelas ruas do Rio de Janeiro tocando um bumbo. A brincadeira atraiu a atenção dos foliões que foram se juntando ao músico.

FANTASIAS

A tradição de se fantasiar veio dos bailes de máscaras, tradicionais na nobreza em alguns países da Europa. A partir do século 19 as fantasias começaram a se tornar populares.

                                                                 Fonte: Super Interessante

Gostou desse artigo? comaprtilhe

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
Linkdin
Share on pinterest
Pinterest