Filtros do Vale do Jequitinhonha

O Vale do Jequitinhonha, no norte do estado de Minas Gerais, é um daqueles tantos lugares que existem em nosso país onde os habitantes foram aprendendo ao longo de gerações a transformar a aridez local em riqueza criativa. No caso do Vale, essa transformação está diretamente ligada a um dos pouquíssimos recursos que se tem lá em abundância: o barro.

Trabalhado tradicionalmente por mulheres, o artesanato da região ganhou notoriedade a princípio em torno do fabrico de bonecas de barro, sendo dona Izabel (1924-2014) uma das pioneiras e a bonequeira mais renomada do Vale. Para muitos, essas esculturas de forte expressão e riqueza de detalhes são ainda hoje sinônimo do artesanato dessa região. 

Seguindo os passos de dona Izabel, outras artesãs começaram a trabalhar o barro, partindo no início daquelas mesmas figuras, para, em seguida, produzir também objetos utilitários diversos, como moringas, panelas, talhas e os hoje cada vez mais famosos filtros d’água, os quais acabariam adquirindo a estética decorativa das famosas bonecas.

Graças à relação pessoal do curador da Loja Paiol, Lucas Lassen, com as artistas locais, a confecção de filtros foi ganhando força. Lucas, observando o interesse cada vez maior dos moradores de grandes centros urbanos por produtos que valorizassem costumes mais tradicionais e resgatassem modos de vida mais sustentáveis e saudáveis, divulgou os filtros do Vale e estimulou essa produção. Hoje, peças de artesãs como Zelia, Elizangela, Lilia e Anísia Lima (conhecida no Vale como Anísia dos Filtros) tornaram-se objeto de desejo não apenas por seu caráter decorativo, mas também como fonte de saúde – o barro, além de manter a água constantemente fresca, tem características que auxiliam na sua purificação, eliminando quase totalmente bactérias, detritos e outras impurezas.

Entrevista da Paiol com artesã Anísia Lima.

A notoriedade que os filtros receberam resultou no interesse de designers na criação de parcerias com as artesãs do Vale. Um exemplo disso são os chamados filtros-cactos desenvolvidos mais recentemente por algumas artesãs em parceria com o projeto M.A.O.S. – Movimento de Artesãs e Ofícios, e que podem também ser encontrados nas lojas da Paiol.

Feitos à mão a partir de barros de diversas tonalidades, e com motivos decorativos singulares, cada filtro produzido no Vale é uma peça de design único que traz em si o labor e a criatividade de sua ceramista. Evocando o poder de atração que apenas o artesanato realmente tradicional possui, os trabalhos impressionam imediatamente quem os vê, seduzindo e levando o observador a se encantar por cada peça.

Se você ainda não conhecia esse trabalho e suas artistas, visite nossa loja virtual e encante-se também pelos filtros do Vale do Jequitinhonha.

Gostou desse artigo? comaprtilhe

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
Linkdin
Share on pinterest
Pinterest