Simplicidade, simpatia e ternura em um abraço

Sempre de bracinhos abertos, com os olhos e boca pequenininhos, os bonecos Pedidores de Abraço conquistaram o Brasil graças a simplicidade, beleza e simpatia.

Eles nascem das mãos de Emeton Kroll e o Yran Palmeira, de Caruaru, Pernambuco. Na cidade, os artistas têm o Ateliê Armoriarte, lugar que dá vida à várias obras de arte com traços únicos e singelos.

Primeiro Pedidor de Abraço

Yran e Emeton tinham um amigo em comum que era apaixonado por pintura. Se encantaram por esse universo e se arrisacaram tambpem. Começaram com pintura em tela e só depois usaram a cerâmica, matéria-prima dos Pedidores de Abraço.

A primeira obra de arte nasceu de braços abertos. Não tinha nome, mas já emanava sentimentos bons, qie fizeram Yran lembrar da infância. “Lembrei que na década de 80 e, como bom nordestino, a gente tinha uma demanda muito grande de pessoas que pediam auxílio nas portas das casas. Eu fico muito saudoso em lembrar dessa época porque meu pai ainda estava vivo. Meu pai sempre quando ia atender a porta, atender estas pessoas, ele me levava junto. Eu via a emoção das pessoas quando meu pai dava alguma ajuda. Muitas vezes eram famílias que batiam na porta pedindo auxílio. Além de eles estarem com os olhos cheios de lágrimas, eles abriam os braços para abraçar o meu pai e a mim para agradecer aquele gesto”, conta Yran.

A lembrança de Yran foi acolhida por Emeton. E assim, a obra ganhou significado e homenagem às pessoas que pediam auxílio e agradeciam com abraço.

Outras peças foram esculpidas e ganharam admiradores. São feitas de argila e queimadas em temperatura alta. Depois de queimadas, são lixadas e pintadas. Emeton esculpe e Yran pinta.

Ariano Suassuna tem participação nas obras da dupla. As cores e os traços dos Pedidores de Abraço são inspirados na obra do escritor. “A gente bebe muito da fonte de Ariano, que é um mestre. O mundo imaginário e lúdico dele nos impactou de uma forma tão linda, tão transformadora que nos tornamos seguidores dos traços armoriais. A gente tem a essência de Ariano impregnada nos Pedidores de Abraços”.

Mensageiros

Mais do que objetos de decoração, os Pedidores de Abraço são criados para serem mensageiros da paz, humanidade, união, afeto, acolhimento… 

Só de olhar os bonecos já sentimos um quentinho no coração e o sorriso brota automaticamente do nosso rosto. É impossível não ser impactado por peças tão singelas, simpáticas e acolhedoras como os Pedidores de Abraço.

Você concorda?

Fotos: instagram @armoriarte

Instagram ARMORIATE

Gostou desse artigo? comaprtilhe

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
Linkdin
Share on pinterest
Pinterest